Drop dead Diva e o "Return Button" - Blog da Moderna

Drop dead Diva e o "Return Button"

E se realmente existisse um "botão de retorno" lá no céu?

Assisti ao seriado Drop Dead Diva e a história é bem legal e me fez pensar nisso... um botão de retorno...

O seriado conta a história de uma aspirante a modelo Deb que morre e volta à vida no corpo da brilhante advogada Jane Bingum. Como foi um "sem querer" de Deb apertar o botão de retorno lá no céu, ela recebe seu anjo da guarda Fred para cuidar que ela não conte a ninguém sobre ser a Deb no corpo da Jane e a seguir sua vida como Jane... ok! Se você ficou curioso com a série, vai assistir! Porque eu não vou te contar mais nada! Eu achei que seria uma série bobinha, mas a segunda chance que a personagem recebeu e fez valer a pena, vale mesmo a pena!

Resultado de imagem para drop dead diva

Mas o que eu fiquei pensando mesmo é sobre o tal de botão de retorno... sabemos muito bem que o botão de retorno como o do seriado NÃO existe, mas e se você quisesse ter uma outra perspectiva de vida? E se ao invés de ser indiferente ao mundo, você realmente fizesse a diferença? Ajudasse a sua comunidade, seu vizinho, alguém que você não conhece?

A Deb do seriado, acaba aproveitando bastante para deixar de ser uma pessoa que não faz o bem (ela também não fazia mal a ninguém), mas no céu ela descobriu que era uma pessoa neutra. Nunca tinha feito o bem a ninguém... e como Jane, ela sempre pensava no que seria melhor para o cliente, sem infringir as regras...

No entanto, o que eu quero dizer é porque começar a fazer o bem na segunda chance? A gente pode ajudar as pessoas hoje! Tenho visto exemplos de grandes pessoas assim, como a Anne Frank. Em seu diário, no dia 19 e novembro de 1942 (quinta-feira), Anne diz para seu diário: "(...) Para dizer com franqueza, não acho muito agradável que um estranho use as minhas coisas no quarto, mas, para fazer uma boa ação, todos devemos nos sacrificar. Nada importa se pudermos salva alguém, diz o papai, e ele tem toda a razão (...)"

Olha só, eles estavam vivendo escondidos, com poucos recursos e ainda assim escolheram salvar a vida de alguém a viver com mais comodidade... isso vindo de uma garota de 13 anos! Quantas meninas maduras assim encontramos com esta idade?

Eu tive a curiosidade de ler o diário de Anne, depois de ver um filme feito pela atriz Hillary Swank, o "Freedom Writers" ou "Escritores da Liberdade" como foi traduzido para nós (sim, assisti na Netflix, se você está se perguntando hehehe). Vou falar sobre este filme em outro momento...

Ainda estou no começo do Diário de Anne Frank (se você considerar ler 60 páginas em um dia, o começo), mas assim que terminar escreverei sobre a Anne aqui no blog também... só acho que você deve assistir ao enredo do Drop Dead Diva e ver as coisas boas que a Deb fez para fazer valer a segunda chance que ela teve e usar a estória para se inspirar a fazer coisas boas na vida das outras pessoas também :D

Enfim, recomendo a leitura do Diário de Anne Frank e recomendo o seriado Drop Dead Diva!

Você assistiu ao seriado ou leu o livro? Deixe sua opinião nos comentários!



@blogdamoderna