O que são Mapas Mentais? - Blog da Moderna

O que são Mapas Mentais?


Durante muitos anos lecionando a língua inglesa, percebi que mesmo adaptando novas técnicas e metodologias para melhorar o aprendizado dos alunos, alguns ainda pareciam ter dificuldade em aquisição e memorização de novo vocabulário. Uma vez que aprender novas técnicas de desenvolvimento pessoal e motivação é uma de minhas metas, resolvi renovar e trazer uma nova ferramenta para a sala de aula. Eu sempre acreditei que a criatividade estimula a memorização por isso, resolvi aplicar o aprendizado por Mapas Mentais.


A técnica de Mapas Mentais vem sendo muito utilizada em escolas de idiomas no mundo, principalmente nos Estados Unidos. Como utilizar o poder dos Mapas Mentais para aprender um idioma, ensiná-lo ou expandir seu vocabulário?

 Lembre-se que quando aprendemos por meio de mapas mentais utilizamos uma técnica de “fixação”. Diferentes cores, associações e imagens devem ser enfatizadas durante a criação de seu mapa. Muitas informações que adquirimos quando adolescentes ou adultos são feitas à tinta azul ou preta e perdemos o costume de utilizar canetas coloridas. Cores e figuras ajudam nosso cérebro a estimular nossa criatividade e consequentemente nossa memorização.


O estudo de um idioma com mapas mentais é uma maneira de reeducar o cérebro a memorizar e tomar notas. Ele utiliza ambos os hemisférios direito e esquerdo do cérebro. Um estudo comprovou que, para melhor aquisição de um idioma, ambos os hemisférios devem ser estimulados - quando crianças estimulamos os dois lados naturalmente, mas quando adultos tendemos a deixar essa técnica de lado. Esse mesmo estudo comprovou que gênios como Leonardo da Vinci, Albert Einstein, Michelangelo e Thomas Edison eram capazes de integrar instintivamente os dois hemisférios.

Um dos elementos importantes que compõem o método de criação de mapas mentais é o texto simples e curto usado permitindo fácil compreensão de conteúdo. De acordo com o escritor Dilip Mukerjea em seu livro "Superbrain", com o uso mapeamento a pessoa será capaz de "saber mais, lembrar mais, usar menos papel, investir menos esforço" em outras palavras este método permite que uma pessoa recolha os lotes do conhecimento, aumente a habilidade de memorizar informações, sem gastar muito papel e energia.

Tony Buzan, autor e psicólogo britânico, definiu sete regras para essa técnica. Ele a desenvolveu quando lecionava em uma faculdade de psicologia. Durante suas palestras, percebeu que as informações eram melhores associadas quando utilizava imagens. A partir de então começou a estudar como o cérebro funciona.



1.      Utilizar uma folha de papel sulfite na horizontal
2.      Fazer um desenho no meio da folha representando a ideia principal. Isso é primordial, pois nossos pensamentos começam no meio de nosso cérebro.
3.      Utilize pelo menos três cores diferentes. 
4.      Comece a criar linhas a partir da figura, criando os sub-tópicos
5.      Comece sempre pelo mesmo ponto. Destros no sentido horário, às 2 horas. Canhotos, no sentido anti-horário, às 10 horas. Isso é muito importante, pois tem relação à ordem.
6.      Nomeie cada uma de suas ideias, escreva, desenhe, e tenha certeza de que cada subtópico tenha relação ao tópico principal.
7.      Para cada linha tente desenvolver novas ideias, como ramos de árvore.
8.      Você pode criar diversos tipos de ramos, com cores e estilos diferentes.


Seguindo esses passos, você irá criar um Mapa Mental artístico, colorido e imaginativo que irá atrair seu cérebro para um processo mais rápido e efetivo de memorização. Esse processo de memorização utiliza muito a criatividade do ser humano. Segundo estudos, após utilizarem essa técnica, muitas pessoas puderam descobrir seu lado criativo, explorar seu cérebro.

Vantagens de se fazer um mapa mental: é um processo criativo e divertido de organizar seus pensamentos, fazendo com que sua memorização ou revisão de uma maneira mais rápida e efetiva.

Durante minha pesquisa, descobri muitas possibilidades de uso e seus resultados foram altamente satisfatórios. Uma vez que para estudarmos precisamos primeiramente de organização, a utilização de mapas mentais é fundamental para um aprendizado e um estudo efetivo. Um mapa mental também pode ser utilizado de outras maneiras além do estudo. Podemos utilizá-lo como roteiro, planejamento, agenda, lista de compras, receitas etc.

Recomendo o uso de mapas mentais na sua vida diária para melhor rendimento principalmente em estudos de idiomas. Uma importante ferramenta de criatividade, organização que irá ajudá-lo a aprender mais facilmente e de diferentes maneiras a cada habilidade do idioma. 

LEITURA = o processo de leitura é linear, diferente de nosso cérebro, portanto o mapa mental pode ajudar a memorização de alguns tópicos principais, o que irá ajudar na compreensão de texto ou exercícios após o termino da leitura. É recomendado também que tente utilizar a técnica 5W2H para melhor entendimento do texto. Essas respostas deverão estar no Mapa Mental para futuras pesquisas.

ESCRITA  = Estruturar um texto, com começo, meio e fim pode ser mais fácil se colocarmos nossas ideias em um rascunho antes de escrever o texto final. Um mapa mental pode ajudar a elaborar seu texto de uma maneira melhor, explorando todas as ideias possíveis.

PRODUÇÃO ORAL = preparar um mapa mental pode ser uma ótima alternativa para estudar para um seminário ou uma prova oral. O objetivo do mapa é memorização de palavras-chaves que ajudará sua desenvoltura na hora da fala. Eu utilizo mapa mental também para ensinar pronúncia e fonética. Usando desenhos e símbolos e palavras que rimam, torna-se mais fácil lembrar a pronúncia correta de um novo vocabulário, por exemplo.
 

Veja acessórios da moda na nossa loja virtual:
Mais pulseiras | Mais anéis | Mais Colares | Mais Bolsas | Mais Nail Art | Mais Enfeites de Cabelos | Etc e tal | Para Casa | Mais brincos | Mais Broches | Customização - Tachas, spikes | Beleza |

Blog dA Moderna nas redes sociais:
Facebook | Twitter | Instagr.am | Tumblr | Loja Virtual

O Blog dA Moderna apóia: ECCOS

bloglovin




Kátia Brunetti     WebsiteFacebook | Blog
Proprietária da Idiomas e Traduções Anália Franco, atua há 15 anos como professora de idiomas e literatura (inglês/português/espanhol). Graduada no curso de Tradutor/Intérprete, especialista em treinamento e desenvolvimento de professores, consultora de idiomas e pedagoga empresarial. Como palestrante e escritora, atua nas áreas de PNL, neurociência, Pedagogia Empresarial, Terapis Holísticas, Liderança, Motivação e Coaching.


@blogdamoderna